Shubu Hiwea

Escola viva
Huni Kuin
Aldeia coração da floresta
Rio Jordão
Município do Jordão
Acre

Dua Buse é pajé e professor. Ele possui profundos saberes da cultura Huni Kuin – histórias, medicina, música e espiritualidade. Ao longo dos anos, ele tem transmitido seus conhecimentos para outros pajés e aprendizes. Vive na aldeia Coração da Floresta, no Alto Rio Jordão, no Acre, na divisa com o Peru. Junto com os jovens, as mulheres aprendizes e os homens, ele criou um grande jardim, que batizou como Parque União da Medicina, para cultivo, estudos e práticas dos saberes da medicina tradicional de seu povo. Como grande conhecedor, ele se preocupa com o futuro das novas gerações e vem buscando meios de manter a memória viva.

Quando está em roda com seu povo ou quando caminha acompanhado por seu parque de plantas medicinais, Dua Buse costuma dizer: “é tudo isso, estou aqui, a escola viva está aberta”.

Dua Buse no Selvagem 2019
Foto: Elisa Mendes, 2019

O povo Huni Kuin do Rio Jordão vive uma experiência particular de escola, algo que faz parte de como os mais velhos entendem e definem todas as atividades de transmissão da cultura. Chamado pelo pajé Dua Buse de Shubu Hiwea (Escola Viva), é um movimento que tem sido vivenciado e construído de diversas formas no cotidiano das aldeias, nas partilhas entre mestras tecelãs e aprendizes, velhos e crianças, alunos e professores.

Algumas atividades da Escola Viva Huni Kuin:

Una Hiwea – ‘Livro Vivo’ (UFMG, 2013)

Una Isi Kayawa – ‘Livro da cura’
é um livro que reúne o profundo conhecimento das plantas e as práticas medicinais.

Una Shubu Hiwea – ‘Livro Escola Viva’
Livro e exposição reunindo cadernos de pajés de 26 das 36 aldeias dos rios Jordão e Tarauacá.

Notas sobre o projeto Una Shubu Hiwea